Cursinhos populares buscam professores voluntários para novo ano letivo

Projetos têm crescido no Estado buscando fomentar inclusão das classes populares do ensino superior

“Mais um ano se inicia com educação para o povo, resistência e coletividade”. Assim saúda o convite do Cursinho Popular Risoflora, que funciona em Maria Ortiz, Vitória. Todo ano, os cursinhos populares e alternativos existentes na região metropolitana do Estado partem em busca de professores voluntários para o ano letivo que se inicia. É a partir da organização popular e comunitária que muitos deles conseguem ampliar a possibilidade de estudantes de origem popular ingressarem no ensino superior, oferecendo aulas gratuitas.

Para manter os projetos, são necessários professores voluntários de todas as disciplinas exigidas pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), porta de entrada para as universidades e faculdades. A Rede Afirmação, que ano passado funcionou com cinco núcleos em Cariacica, Serra e Vitória, estuda expansão para Vila Velha e Viana, dependendo do número de professores inscritos. No ano passado, cerca de 60 professores trabalharam voluntariamente no projeto.

Assim como no Risoflora, na Rede Afirmação as aulas terão início em março e geralmente os professores voluntários dão uma ou duas aulas por mês, dependendo da disciplina. “É uma oportunidade dar aula no cursinho para quem quer ganhar experiência, principalmente para aqueles que ainda estão estudando na universidade. A gente procura sempre deixar alguém com experiência lecionando junto com pessoa que estão começando”, explica Ester Vaz, integrante da coordenação do Risoflora, que funciona em Maria Ortiz.

Para ela se trata de uma experiência diferenciada, pois a proposta pedagógica vai para além de apenas o ensino do conteúdo para provas. “Nosso professor não pode ser só o profissional professora, que não se envolve com os alunos. Tem que se envolver, se preocupar, estar perto. Há um diálogo entre a coordenação, professores e alunos, que se sentem à vontade para avaliar e dar feedbacks”, diz Ester.

Um diferencial do Risoflora para este ano será a realização de um projeto de formação em educação popular e ancestralidade, que deve acontecer com atividades a cada dois meses dentro do cursinho, trazendo convidados com experiência teórica e prática nas áreas envolvidas para dialogar com professores, alunos e coordenadores.

Lula Rocha, coordenador da Rede Afirmação, considera que participar de um cursinho popular é muito mais do que assistir aulas ou fazer um voluntariado. “A gente considera tanto professores como estudantes como participantes de um movimento social, que é a nossa rede. É esse espírito que a gente espera do professor, não é só um voluntariado, é praticamente uma militância em prol do acesso à educação superior”, comenta.

Ester Vaz conta que quando há muitos professores para uma determinada matéria é comum um cursinho indicar e direcionar professores voluntários para outros cursinhos.

Confira alguns dos cursinhos que estão em busca de professores:

Cursinho Popular Risoflora

Local: Maria Ortiz (Vitória)

Data para inscrições: até 15 de março

Inscrições para professores voluntários:  https://goo.gl/forms/UWhWfZaWhd2hSXBA2

Inscrições para alunos: https://goo.gl/forms/k3yI5gfje113IHA52

 

Rede Afirmação

Locais: Cariacica, Serra, Vitória e possivelmente Vila Velha e Viana

Inscrições para professores voluntários: https://bit.ly/2DQg55u

Inscrições para alunos: a partir do dia 25/02
 

Pré-Vestibular Atitude

Local: Goiabeiras e Antônio Honório (Vitória)

Inscrições para professores voluntários: https://www.pvatitude.com/seja-um-voluntario

Inscrições para alunos: https://www.pvatitude.com/2019

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Cursinho popular abre inscrições para pessoas trans e travestis

Desde 2017, Travestibular prepara gratuitamente para Enem e ajuda na conclusão de Fundamental e Médio