Cofre cheio

Já em campo para 2020, Manato pode ter em mãos verbas capazes de turbinar qualquer candidatura

Já em campo para atender ao chamado da Executiva Nacional de apresentar chapas competitivas nas eleições municipais de 2020, o presidente do PSL no Estado, Carlos Manato, pode ter em suas mãos verbas capazes de turbinar qualquer candidatura, principalmente na Grande Vitória. A condição favorável já está em articulação no Congresso Nacional e tem relação com a aprovação, no segundo semestre, da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e do Orçamento, quando serão definidos os valores dos fundos eleitoral e partidário. Caso as matérias passem, o partido do presidente Jair Bolsonaro poderá ter financiamento recorde em 2020, saltando de R$ R$ 17,5 milhões em 2018 para uma projeção de R$ 480 milhões (crescimento de 2.644%), como aponta matéria da Folha de S.Paulo desta segunda-feira (22). A divisão das fatias dependerá, é claro, da ordem de prioridade definida pela cúpula do partido, mas pensando na delimitação de território para 2022, em oposição ao governador Renato Casagrande, o Espírito Santo também deverá entrar no bolo estratégico das disputas. No centro da missão está a Capital capixaba, segunda principal vitrine política do Estado, e onde o partido apresentará nome próprio – Manato na cabeça das apostas e, mais recentemente, o deputado estadual Lorenzo Pazolini - ou irá compor com o PRB, do deputado federal Amaro Neto e do presidente da Assembleia, Erick Musso. Se juntar a “onda Bolsonaro”, que parece longe de passar, com o cofre cheio, as eleições 2020 prometem mais ainda!

Ex-nanicos
PSL e PRB são, também, os principais partidos em ascensão no País. De janeiro a abril deste ano, segundo a Folha, as legendas registraram, respectivamente, 31,2 mil e 17,6 mil novos filiados. O Partido Novo vem em terceiro, bem mais atrás, com 7,6 mil. 

Cenário
Em Vitória, embora as atenções se voltem para Manato e Pazolini, o PSL anunciou como possíveis candidatos o deputado estadual Torino Marques ou o juiz aposentado José Rodrigues Pinheiros. Já o PRB tem Amaro como trunfo tanto na capital como na Serra. Essa definição é que vai determinar a composição com o partido de Bolsonaro, para enfrentar, provavelmente, o também deputado Sergio Majeski, do PSB de Casagrande.

Cenário II
Outros nomes já foram lançados pela legenda: o Subnente Assis, que disputou o Senado em 2018, em Cariacica, e do deputado estadual Danilo Bahiense, que está em seu primeiro mandato, em Vila Velha.

Burburinho
O mercado está do olho na assembleia convocada pelas entidades de policiais militares e bombeiros do Estado para esta quarta-feira (24), às 9 horas, na sede recreativa da Associação de Cabos e Soldados, em Jardim Camburi, Vitória. A pauta é quente!

Burburinho II
Os militares debaterão as adesões à frente unificada pela valorização salarial, que faz frente direta ao governo Casagrande, e o projeto político militar para 2020, que definirá nomes da categoria para os pleitos municipais. Assim como em 2018, o momento permanece pra lá de oportuno para eleger militares.

‘Democrático’
Poucos dias depois da aprovação pela Assembleia do projeto do procurador-geral de Justiça, Eder Pontes, que cria 307 cargos comissionados, o que gerou muitas reações negativas, o Ministério Público (MPES) aparece alegando interesse em ouvir a população numa pesquisa válida até o dia 2 de agosto, sobre temas prioritários para os próximos quatro anos. Hun, sei...

Cadeira nova
No mesmo dia em que saiu sua exoneração no Diário Oficial, nesta segunda-feira, do cargo de secretário de Desenvolvimento, Heber Resende tomou posse como presidente da Companhia de Gás do Espírito Santo (ES Gás), em solenidade no Palácio Anchieta. Até a indicação do novo secretário, o que Casagrande garante fazer logo, quem responde pela pasta  é o subsecretário Paulo Menegueli.

Teoria e prática
Casagrande também assinou, nesta segunda, o decreto alterando a estrutura da Secretaria dos Transportes e Obras Públicas (Setop), que passa a ser Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi). A mudança, diz ele, incorpora um conceito mais moderno à pasta, sob o comando de Fábio Damasceno. A prática vem junto, né?

Atira pra todo lado
O ex-senador Magno Malta (PL) que virou garoto-propaganda de produtos e espaços comerciais, além de figurinha carimbada do Programa do Ratinho, agora quer colocar gás no seu canal do Youtube. Em suas redes sociais, faz campanha por novas inscrições por lá, espaço que reúne vídeos com pitacos em relação aos acontecimentos políticos do País.

PENSAMENTO:
“Aquilo que não puderes controlar, não ordenes”. Sócrates

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

E o jogo de 2020?

Casal Manato e deputados do PSL assumem missão de criar novo partido para Bolsonaro no Estado

Bancada 'em chamas'

Assumção declara guerra a Quintino e o acusa de “mão leve”, leia-se ''furto'' de indicações e projetos

Muro seguro?

Muitos capítulos depois, Carlos Manato avisa: ‘não vou entrar na briga de ninguém nem deixar o PSL’

Fogo cruzado

Guerra de listas do PSL deixa deputada Soraya Manato no olho do furacão nas redes sociais