Palanque independente

Bastidores políticos apontam para César Lucas, mas o PV tem outro candidato em Cariacica: Professor Elinho

Embora os bastidores políticos apontem para a candidatura à reeleição do atual presidente da Câmara de Cariacica, César Lucas (PV), em disputa da Mesa Diretora marcada para janeiro próximo, quem já oficializou participação no pleito foi o vereador combativo à gestão do prefeito Juninho (PPS) e correligionário de César Lucas, o Professor Elinho. Em documento protocolado na Câmara e nos gabinetes dos colegas de plenário nessa segunda-feira (10), ele comunica da decisão e apresenta sua plataforma de metas e objetivos, com críticas ao papel exercido pelo legislativo municipal, que “há muito deixou de ser a ‘Casa do Povo”. Professor Elinho iniciou, desde então, conversas com os demais vereadores para consolidar sua candidatura e agregar nomes à chapa, e não está disposto a recuar do projeto, caso César Lucas resolva entrar no páreo, contrariando o que manifestou em encontros do partido de que não tentaria a reeleição. “Se ele for candidato, vai disputar contra mim”, avisou Professor Elinho, que cobrou dos vereadores em discurso no plenário que conduzam o processo fora do alcance do executivo: “Nós não precisamos da benção do prefeito, a eleição é da Câmara”. Ele se reportava, desta forma, às articulações do último pleito que reelegeram César Lucas e foram marcadas por “reuniões às escondidas e pela mão do prefeito aos 45 minutos do segundo tempo”. A situação foi resumida por ele como "vergonhosa". Segura mais essa, Juninho!

Palanque independente II
Professor Elinho disse que decidiu colocar seu nome diante da insatisfação e do clamor popular por mudanças, considerando a inércia do legislativo em relação às agendas prioritárias dos moradores de Cariacica. Para ele, uma Câmara independente, o que não ocorre hoje, é “uma necessidade inadiável”. 

Propostas
O vereador enumera quatro pontos em sua plataforma: independência ao executivo; compreensão de que a Câmara perdeu sua essência de “Casa do Povo” e de que a população sofre diariamente pela ausência de serviços básicos; acolhimento às causas e entidades que lutam pelo ser humano, sem distinção; e compromisso com a gestão, o controle de gastos, a fiscalização e com os servidores da Câmara.

Quanta diferença!
Quer dizer, se a atuação do Professor Elinho já o distanciava anos luz do correligionário César Lucas, o projeto eleitoral, então...

Quanta diferença II!
Elinho é responsável por críticas contundentes e necessárias contra a prefeitura, principalmente, nos últimos meses, sobre a caótica área da saúde e o empenho do prefeito em entregar tudo para a área privada. Já o atual presidente está longe, bem longe de provocar qualquer incômodo a Juninho. Muito pelo contrário.

Tabuleiro
Além de Professor Elinho, o único a oficializar seu projeto até agora, se movimentam no mercado para a disputa os vereadores Edson Nogueira (MDB), Joel da Costa (PPS) e, como dizem, César Lucas. O atual presidente, no entanto, também aparece como interessado em ocupar cargo no governo Casagrande – primeiro escalão está difícil!

Tabuleiro II
O município, como se sabe, tem forças políticas que irão interferir, já que o resultado da disputa terá muito peso em 2020. E, aí, entram na linha de frente o deputado estadual Marcelo Santos (PDT) e o deputado federal Helder Salomão (PT), reeleitos para seus mandatos.

Arranjos
Outro dia, aliás, tratei neste espaço da participação de César Lucas na negociação antecipada do PPS pra consolidar a candidatura de Fabrício Gandini à prefeitura de Vitória, lá em 2020. Repito: Gandini, ainda vereador da Capital, sequer sentou-se à cadeira de deputado estadual, para qual foi eleito em outubro passado. 

Arranjos II
O que circula no mercado político é que a ideia seria agregar o PV a esse palanque em formação, fazendo do aliado e secretário de Meio Ambiente de Vitória, Luiz Emanuel Zouain (PPS), o próximo presidente da legenda comandada por Fabrício Machado. O acordo envolveria  apoio eleitoral e cargos.

Dia D
Está marcada para a próxima quarta-feira (19), às 16 horas, no salão pleno do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), a diplomação do governador eleito, Renato Casagrande (PSB), e de sua vice Jacqueline Moraes (PSB), além dos deputados estadual e federal que se consagraram campões nas urnas neste ano. Prévias das posses, que ocorrem em janeiro e fevereiro. 

Temporada
Depois do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, quem chega a Vitória nesta quarta-feira (12) é o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro João Batista Brito Pereira, para agenda institucional no Tribunal Regional (TRT-ES). Temporada de visitas?

PENSAMENTO:
“O falso é às vezes a verdade de cabeça para baixo”. Sigmund Freud

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Mulheres protestam contra veto à lei que combate violência obstétrica em Aracruz

Vereadoras e coletivos se articulam para derrubar veto do prefeito, que considerou medida inconstitucional

Aposta do Psol

Professor Elinho carimba candidatura a prefeito de Cariacica em evento com Guilherme Boulos

Moradores têm número para denúncias em caso de violações da Força Nacional

Defensoria disponibilizou WhatsApp para possíveis abusos de autoridades e casos de tortura em Cariacica

Câmara de Cariacica arquiva projeto para criação de três conselhos internos

Proposta do presidente da Câmara, Cesar Lucas, causou polêmica devido aos pagamentos de jetons