Novo clipe de César MC arrepia e conquista o Brasil

Coluna CulturArte: disco solo de Morenna, insatisfações no Conselho de Cultura, grupos de teatro unidos

César MC, um fenômeno do rap

O que é o clipe recém-lançado pelo artista capixaba? Em dois dias, Canção Infantil já bate na casa de 1,5 milhão de visualizações no YouTube do canal Pineapple, figurando entre os 20 vídeos mais vistos no Brasil. Parte do vídeo foi gravado no Palácio Sônia Cabral, com participação das crianças da Serenata Canto Coral. A canção consegue unir ternura, emoção,fúria e crítica política. É de arrepiar. Ano passado, o Século Diário foi ao Morro do Quadro entrevistar o cantor em seu bairro.

Morenna apresenta primeiros trabalhos solos

Outra novidade na música foi a publicação do primeiro EP solo da talentosa cantora Morenna, integrante do grupo vilavelhense Solveris. São três canções disponíveis no Spotify. Teve festa de lançamento na noite de sexta no Studio Etá, Centro de Vitória. O clipe da canção Blá Blá Blá, que dá nome ao EP deve ser divulgado em breve.

Mais shows e lançamentos

Ana Müller, que lançou na última semana seu primeiro disco cheio, Incompreensível, fará show no dia 20 de julho no Centro Cultural Sesc Glória. Outro álbum pronto para sair do forno é o EP Rebarba, da cantora Gavi: estará no ar dia 23 de julho. No dia 26 do mesmo mês Gavi se apresenta no Spirito Jazz. 

Festivais divulgam listas de obras selecionadas

No audiovisual, a agenda está intensa. Três festivais divulgaram recentemente os filmes selecionados. O Festival de Cinema de Santa Teresa (Fectsa) realiza sua segunda edição de 2 a 4 de agosto na cidade das orquídeas e colibris. Foram 38 obras selecionadas para três mostras. Logo em seguida, de 5 a 8 de agosto, acontece a 14ª Mostra Produção Independente, organizada pela ADB Capixaba no Cine Jardins, em Vitória. Serão 30 filmes de diversos gêneros produzidos por realizadores do Espírito Santo. Já o Festival de Cinema de Vitória, o maior do Estado, vai para sua 26ª edição de 24 a 26 de setembro no Sesc Glória, com mais de 100 filmes em exibição.

Editais inclusivos

Os editais de fomento ao audiovisual serão apresentados no dia 5 de julho, às 16h, em cerimônia no Palácio Anchieta. As inscrições já começaram e vão até 12 de agosto. O conteúdo já pode ser acesso no site da Secult, com valor recorde de R$ 11,9 milhões a partir de uma parceria da Secult com a Ancine. O edital apresenta entre as novidades o estabelecimento de políticas afirmativas para inclusão de diretores proponentes negros indígenas e mulheres, atendendo solicitação de profissionais do setor no Estado e seguindo a tendência nacional. Essas políticas estão presentes em 5 dos 14 editais do audiovisual.

Vai ter mais edital?

Alguns produtores estão com a dúvida: e os recursos do audiovisual para este ano, para onde vão? Explico: o edital recém-publicado conta com o valor destinado no ano passado pelo fundo estadual Funcultura para o setor. Devido à burocracia da parceria com a Ancine, só saiu este ano, mas com valor multiplicado por quatro com o apoio nacional, possibilitando um boom para a produção capixaba. Ainda assim, supõe-se que ainda haveria o recurso previsto para este ano para o audiovisual por meio do Funcultura. Haverá outro edital da Secult este ano para o audiovisual? Outra parceria com a Ancine? Ou esse recurso vai para o próximo ano? Vamos apurar.

Insatisfação com eleições no CEC

Anunciamos aqui na coluna as mudanças para as próximas eleições para o Conselho Estadual de Cultura (CEC), que retira a escolha dos representantes que era feita pelas entidades e torna as candidaturas abertas a qualquer pessoa com atuação comprovada no setor que quer representar, com eleição online também aberta à votação para todo setor. Pelos grupos de Whatsapp, alguns representantes e fazedores culturais reclamam que a votação ocorreu em desacordo com o Regimento Interno do CEC, consideram que a medida deslegitima o papel e representatividade das entidades, e reclamam que a decisão deveria ser tomada com um debate mais amplo. 

Próxima reunião do Conselho

Outro questionamento é quanto à escolha das comissões de seleção dos editais ser feita por indicação e não mais por seleção. A próxima reunião do CEC, que reúne governo e sociedade civil, será na quinta-feira (4), às 14h, na Biblioteca Pública Estadual, na Praia do Suá, em Vitória. Promete ser quente.

Teatro unido

Não é fácil fazer teatro no Espírito Santo. Um dos espaços de resistência é a Má Companhia, uma casa histórica no Centro de Vitória que abriga o Grupo Z de Teatro e a Repertório Artes Cênicas e Cia e permite realização de ensaios, pesquisas, oficinas e apresentações. Os grupos uniram forças para manter o espaço que existe há seis anos e quase fechou as portas no ano passado por falta de recursos. Mais do que manter o local, os grupos decidiram agora construir uma peça em conjunto.

Ensaio aberto

Interessante é que os grupos trazem propostas diferentes, então vale prestar atenção no que pode vir dessa fusão de referências. Em processo de montagem e com previsão de estreia em agosto, o espetáculo que tem nome provisório de Em Má Companhia, terá um ensaio aberto gratuito na quinta-feira, dia 4 de julho, às 19h, seguido de debate com o público. A obra vai abordar a formação do Centro de Vitória numa perspectiva de resistência e contada na estrutura de um desfile de escola de samba. A Má Companhia fica na Rua Professor Baltazar, 152, próximo à Catedral.

Cultura popular no Caparaó

Aos interessados em cultura popular, já podem colocar na agenda: de 2 a 4 de agosto acontece em Divino São Lourenço a III Festa da Integração das Culturas Populares Capixabas. A iniciativa é da comunidade de Patrimônio da Penha e deve trazer comidas típicas e manifestações como caxambu, bate-flecha, capoeira e fanfarra. Tudo isso no friozinho entre as belezas naturais da região. Delícia, né?

Residência artística em Muqui

Falando em sul do Estado, está aberto um chamado para estudantes de artes visuais, comunicação, cinema e áreas afins para a residência Memória da Cor. Em agosto, serão cinco dias de imersão na cidade que possui um dos maiores patrimônios históricos e arquitetônicos do Espírito Santo. Os custos de transporte, alimentação e hospedagem são por conta da organização. Inscrições online.

Os Raulseixistas capixabas

"Canceriano sem lar", Raul Seixas faria aniversário de 74 anos na última sexta-feira (28) se ainda estivesse entre nós. A data não passou batida em Vitória, onde há dois grupos que costumam fazer tributos ao Maluco Beleza. Teve lançamento de livro, sarau e festa no bar. Um desses grupos, o Passeata RaulSeixista Capixaba, já tem um cronograma de três atividades preparatórias antes do dia 21 de agosto, data de morte de Raulzito, quando acontece a tradicional passeata em diversos lugares do país. Para a quarta edição da passeata capixaba, está rolando uma vaquinha online para ajudar nos custos.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

A Piedade quer voltar a sorrir em paz

Acuada pela violência, comunidade teve um dia especial com apresentação artística nesse domingo

Em busca da Capitania Perdida

Liderado por Bernadette Lyra, grupo de artistas viaja para encontrar história esquecida do Espírito Santo

Rock in Doce fará tributo musical ao Rio Doce em Baixo Guandu

Coluna CulturArte: Dead Fish será atração de festival, edital da Secult, cinema brasileiro em cartaz

Com material reciclado, peça de bonecos alerta para preservação dos mares

Espetáculo 'Jubarte - Uma Aventura Oceânica' será apresentado no Cine Teatro Ribalta, em Jardim Camburi