Festival de Cinema abre inscrições para oficinas de audiovisual

Evento terá como novidades este ano as oficinas de Interpretação e Direção de Arte

O Festival de Cinema de Vitória abriu inscrições para as oficinas do audiovisual que serão realizadas durante a 26ª do evento, nos dias 24 a 29 de setembro, no Hotel Senac Ilha do Boi, em Vitória. As opções atendem aos interessados em aprimorar habilidades e trabalhar com a arte cinematográfica, de forma amadora ou profissional, nas áreas de realização, interpretação, direção de arte, roteiro e gestão.

As inscrições seguem até 5 de julho ou o preenchimento total das vagas de cada oficina. Para se inscrever, é preciso preencher o formulário que será disponibilizado pela produção e realizar o pagamento da taxa de R$ 100, por meio de depósito identificado. A lista de selecionados será divulgada até o dia 9 de julho, e a seleção será feita por ordem de inscrição. Para participar, não é preciso cumprir nenhum pré-requisito ou ter experiência prévia, apenas interesse em aprender sobre as áreas ofertadas. 

Uma novidade este ano é a Oficina de Interpretação, com o ator, dramaturgo e diretor Silvero Pereira, experiente no teatro, na televisão, em novelas e no cinema. Silvero é reconhecido internacionalmente, tendo como trabalho mais recente o filme “Bacurau”, de Kleber Mendonça e Juliano Dorneles, que teve sua estreia internacional em Cannes neste mês.

Outra estreia será a Oficina de Direção de Arte, com Joyce Castello, para os profissionais do Espírito Santo que desejam se inserir nesse mercado, oferecendo uma alternativa a quem não pode viajar para outras localidades em busca de cursos e profissionalização na área.

Luiz Carlos Lacerda, o Bigode, ministrará mais uma oficina de Realização em Cinema e Vídeo. Segundo a organização do Festival, o curso é um dos mais requisitados, oferecendo um espaço de experimentação para quem quer fazer cinema na prática. O oficineiro foi professor de cinema dentro e fora do país, já realizou mais de 30 documentários e produziu novelas e séries para a televisão.

Já a Oficina de Roteiro será com o escritor José Roberto Torero, dedicada a quem deseja aprender sobre formatação de roteiro, como fazer um argumento e trabalhar diálogos e cenas.

Também haverá espaço para quem deseja adquirir conhecimento nas áreas de elaboração e gestão de projetos culturais. Com experiência de mais de 20 anos em gestão cultural, Simone Marçal e Daniel Morelo serão oficineiros nesta edição. 

A edição deste ano do Festival de Cinema registrou número recorde de filmes inscritos, com 1.162 inscrições para as 11 Mostras Competitivas, e o maior número de longas-metragens de toda a história do evento, com 160 filmes recebidos. Os selecionados serão divulgados até o dia 30 de junho. 

Além do Hotel Senac Ilha do Boi, a programação do Festival ocorre no Centro Cultural Sesc Glória e Cine Metrópolis.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Novo disco do Dead Fish é um tapa na cara de Bolsonaro e seus asseclas

Rodrigo Lima, vocalista da banda capixaba que é referência no hardcore nacional, fala do álbum Ponto Cego

Exposição de fotos registra pó preto na Praia de Camburi

"Quanto vale ou é em pó", de Zélia Siqueira, será inaugurada dia 17 na Biblioteca Central da Ufes

Luciano Rezende veta emenda que incluía 'cultura religiosa' na Lei Rubem Braga

Coluna CulturArte: show do Los Hermanos descumpre lei, samba autoral no Bar da Zilda, rumos do audiovisual

Movimento de moradia e prefeitura seguem em impasse sobre Edifício Santa Cecília

MNLN e Brigadas Populares propõem reforma sem retirar moradores que ocupam prédio no Centro de Vitória