Exposição apresenta ‘psicodelia ancestral’ no Caparaó

Em Patrimônio da Penha, esculturas de seres mágicos feitas com reciclagem compõem a Taberna das Bruxas

Fotos: Lais Etiene

Desde o fim dos anos 80, a vila de Patrimônio da Penha, em Divino de São Lourenço, começou a ser habitada por gente vinda de outras partes do mundo, encantada com a beleza e preservação natural em plena região do Caparaó. As artes e os seres encantados passaram então a ganhar relevância no local. Uma expressão disso é a exposição Taberna das Bruxas, que está funcionando na rua principal da vila, trazendo esculturas e pinturas que representam ancestralidade, magia e psicodelia.

A casa ganhou uma decoração externa nova, simulando uma taberna medieval. Mas ao contrário do que os primeiros curiosos pensaram, não se trava de um bar, mas de uma galeria de arte. Pelos cômodos e quintal da casa é possível encontrar as esculturas de Michael Taynan e as pinturas de Bia Dantas. 

O projeto é fruto do coletivo Psicodelia Ancestral, com patrocínio da empresa local CaiZen. “A gente trabalha a partir da reciclagem, a gente coleta o lixo e junta material extra que for necessário para concluir essas esculturas”, conta a também artista Brenda Gomes, que participa do processo de confecção junto a Michael. Bruxas e personagens ancestrais de tribos perdidas, maias, egípcios e hindus, compõem o trabalho artístico. "Materializamos a mensagem ancestral através da modelagem escultura e bioescultura a qual utilizamos diversos materiais, preferencialmente o que o próprio ambiente nos oferece", diz a apresentação do coletivo.

Michael é cachoeirense e Brenda é de Campos (RJ). Ambos deixaram a cidade fluminense há dois anos para viver na tranquilidade de Patrimônio da Penha. Já participaram de eventos e festivais levando suas artes mas é a primeira vez que essas peças participam de uma exposição de fato.

No momento são oito esculturas expostas no local, além dos quadros. Estão à venda, mas são substituídas por outras caso haja comercialização. “A exposição está bonita e a gente já esperava que fosse emocionar, mas a recepção tem sido ainda melhor do que esperávamos”, analisa Vanessa. Ela conta que embora a expectativa fosse atrair principalmente um público jovem, boa parte dos visitantes estão na faixa acima dos 40 anos.

Desde a inauguração até o encerramento da exposição temporária, no dia 28 de julho,serão 40 dias de funcionamento, sempre de quinta-feira a domingo, de 17h às 22h. “É algo novo na Penha, a proposta é ser um point de arte. Durante os fins de semana há programações culturais com sarau e outras expressões artísticas além da exposição, encontros holísticos, xamanismo, fogueira para discutir plantas medicinais e outros conhecimentos”, conta Vanessa Coutinho, uma das que participou da construção do espaço. 

A ideia é que futuramente a exposição possa percorrer outras cidades. Enquanto isso, nos próximos meses, além das cachoeiras, matas e espírito holístico, quem visitar Patrimônio da Penha conta com mais uma atração, diferente, mais sintonizada com tudo isso.

AGENDA CULTURAL

Exposição Taberna das Bruxas

Quando: até dia 28 de julho, com funcionamento de sexta-feira a domingo, de 17h às 20h

Onde: Rua principal de Patrimônio da Penha – Divino de São Lourenço/ES

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

A Piedade quer voltar a sorrir em paz

Acuada pela violência, comunidade teve um dia especial com apresentação artística nesse domingo

Em busca da Capitania Perdida

Liderado por Bernadette Lyra, grupo de artistas viaja para encontrar história esquecida do Espírito Santo

Rock in Doce fará tributo musical ao Rio Doce em Baixo Guandu

Coluna CulturArte: Dead Fish será atração de festival, edital da Secult, cinema brasileiro em cartaz

Com material reciclado, peça de bonecos alerta para preservação dos mares

Espetáculo 'Jubarte - Uma Aventura Oceânica' será apresentado no Cine Teatro Ribalta, em Jardim Camburi