Espírito Santo realiza seminário 'Entre a tortura e a dignidade do cárcere'

Evento acontece na próxima sexta-feira no auditório do Departamento de Física da Ufes

Em pleno contexto em que o governo Jair Bolsonaro relativiza o tortura, exalta torturadores e desmonta os mecanismo para erradicação da prática no País, o Espírito Santo vai realizar na próxima sexta-feira (16), a partir das 13 horas, o seminário “Entre a tortura e a dignidade no cárcere”. Iniciativa do Comitê Estadual para a Prevenção e Erradicação da Tortura no Espírito Santo (Cepet-ES), o evento será realizado em parceria com a Secretaria de Estado de Direitos Humanos (SEDH) e a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes). 

O seminário será no auditório do Departamento de Física da Ufes e aberto ao público, mas será necessária uma inscrição prévia. Contará com quatro palestras, além de espaço para debate. Entre os temas que serão abordados estão: o conceito de tortura, os mecanismos de proteção, as regras internacionais e nacionais existentes para esta proteção, o funcionamento do Cepet-ES e a importância da participação da sociedade civil, apresentação do relatório do Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura no sistema socioeducativo e a apresentação da luta antimanicomial.

A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, avalia a importância do funcionamento do Cepet no Espírito Santo. “É extremamente importante a realização deste seminário. Mesmo que a gente saiba de todos os problemas enfrentados com os mecanismos de controle à tortura em âmbito nacional, é de extrema importância manter o funcionamento do Comitê em nosso Estado”, destacou.

Para o defensor público e coordenador do Cepet-ES, Hugo Fernandes Matias, o debate sobre a temática da tortura é primordial. “O Brasil é signatário de diversos tratados internacionais de direitos humano. A tortura é proibida pela Constituição e o Comitê Estadual se insere num sistema de órgãos e instituições que visam ao combate e erradicação à tortura. O seminário funciona, então, como mais um vetor para a educação e direitos da população sobre esta temática tão importante”, ressaltou.

Para participar, basta preencher e submeter o formulário neste link até o dia 14 de agosto.
 
Confira a programação:
13h – Acolhimento e Atividade Cultural 
13h30 – Abertura oficial – Composição da Mesa: secretária de Estado de Direitos Humanos, Ufes, coordenador-Geral do Cepet-ES.
Mesa 1 – Entre a tortura e a dignidade no cárcere
Coordenadora da mesa: Elisângela Marchesi  (representante da Faculdade Salesiana no Cepet-ES)
14h – Palestra: A prática da tortura e o Estado Democrático de Direitos
Palestrante: Verônica Cunha Bezerra (Coordenadora do Provita-ES)
14h30 – Palestra: Regras de Mandela: organização penitenciária e tratamento digno na privação de liberdade
Palestrante: Paulo de Tarso Lugon Arantes (Mestre em Proteção Europeia e Internacional dos Direitos Humanos) 
15h – Debate
Mesa 2 – Mecanismos de controle social na prevenção da tortura
Coordenadora da mesa: Elisângela Marchesi (representante da Faculdade Salesiana no Cepet-ES)
16h – Palestra: Relatório da Missão a Unidades Socioeducativas do Estado do Espírito Santo, elaborado pelo Mecanismo Nacional de Prevenção e Combate à Tortura, junho de 2019
Palestrante: Hugo Fernandes Matias (defensor público e coordenador do Cepet-ES)
16h20 – Palestra: Importância da Participação da Sociedade Civil na Prevenção e Combate à Tortura e processo eleitoral do Cepet
Palestrantes: Crislayne Zeferina (coordenadora Estadual do Fejunes); Gilmar Ferreira (Centro de Defesa dos Direitos Humanos da Serra); Camila Mariani Silva (mestre em Psicologia Social e representante do Movimento da Luta Antimanicomial).
17h – Debate
18h – Encerramento
 
Serviço:
Seminário “Entre a tortura e a dignidade no cárcere”
Data: 16 de agosto de 2019 (sexta-feira)
Horário: das 13 às 18 horas
Local: Auditório do Departamento de Física da Universidade Federal do Espírito Santo, campus Goiabeiras (prédio azul, em frente à Biblioteca Central)
Inscrições até 14 de agosto pelo neste link.

Leia Também:

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Seminário discutirá estratégias de resistência no governo Bolsonaro

Movimentos populares ligados a diversas causas participam de debate neste sábado

Ufes projeta um déficit mensal de R$ 2,8 milhões em seu orçamento após cortes

Previsão é do reitor Reinaldo Centoducatte, que fez o anúncio em evento que discutiu o Future-se

Fórum vai articular ação de Conselhos Estaduais

Retomada ocorre após dois anos e diante da nova gestão de Nara Borgo na Secretaria de Direitos Humanos

Líderes de movimento estudantil discutem projeto de Grêmio Livre em Vitória

Primeiro encontro foi realizado na Câmara de Vitória com representantes do Ifes e da Ufes