Editora comemora seis anos em 'Evento de Vender Livro'

Foram 35 obras já lançadas no Espírito Santo. Várias delas estarão à venda terça-feira (11) na Rua da Lama

Já se passaram seis anos desde que Marília Carreiro lançou seu primeiro livro, Opala Negra, marcando também o surgimento da Editora Pedregulho, uma das mais importantes para produção literária do Espírito Santo. A comemoração será com a realização de mais uma edição do Evento de Vender Livro, realizado em parceria com a Livros por Lívia com o intuito de visibilizar e aumentar o acesso às obras literárias capixabas. Será na terça-feira (11), de 18h às 22h no Cochicho da Penha, bar localizado na Rua da Lama, em Vitória.

Formada em Letras, Marília viu a oportunidade de criar a editoria quando preparava seu livro. "Conversando com meu irmão, que tinha uma gráfica na época, ele sugeriu que fizéssemos uma edição artesanal, pequena tiragem. Para publicar o livro, precisava de um registro e, consequentemente, de um nome para a editora". O nome foi resolvido com uma pitada de bairrismo como inspiração. Natural de Pancas, ela lembrou que a cidade possui muitos pedregulhos e daí batizou a editora que surgia. "É interessante porque muitos os que passaram por mim associam pedregulho a pedras pequeninas, mas sempre pensei como um penedo". E sendo pequena mas pensando grande, a editora já foi responsável pela publicação de 35 livros no Espírito Santo ao longo destes anos.

Marília define a Pedregulho como uma editora plural, que trabalha a diversidade em todas suas formas. Publicou não só literatura, mas também livros na área de humanidades e também sobre música, além de preparar para em breve lançar um songbook. Editoras de menor porte acabam conseguindo dar vazão para autores e temas que muitas vezes encontram portas fechadas diante da estrutura do grande mercado editorial "O desejo é as que minorias sejam colocadas em destaque, produzindo e lançando textos, blogs e livros, observando sempre os novos procedimentos e segmentos de produção de conhecimento, adaptando esse conceito ao generalizado e crescente interesse pela literatura nos dias atuais, favorecidos pela internet, através de plataformas on-line".

Cada obra é única. "Por isso, cada publicação é feita com esmero e criatividade, respeitando a individualidade, as opiniões e os desejos dos autores", diz a fundadora da Pedregulho. Marília Carreiro entende que investir na literatura é importante pois influencia diretamente na formação do leitor como cidadão, em sua comunicação, nas relações sociais, profissionais e em todas as esferas da vida. Daí a busca não só por formação de leitores, algo que ainda precisa crescer no mercado capixaba, como também por novos autores com variadas propostas.

Na terça-feira comemorativa, o Evento de Vender Livro, que vem se consolidando como uma momento interessante para aproximar escritores e leitores e ajudar na formação de público para as obras capixabas, terá mais de 20 livros à venda, da Pedregulho e de outras editoras. Com a banquinha montada, as pessoas vão chegando e se juntando. Autores podem se somar na hora trazendo suas obras. "É sempre uma grande confraternização", diz Marília.

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para mantê-lo ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Matérias Relacionadas

Músicos questionam possível diminuição de recurso em edital da Secult

Secretário Fabricio Noronha alega que as conversas são preliminares e que recursos serão mantidos

Livraria que quase virou disk-pizza reabre reunindo editoras capixabas

Jalan Jalan é o novo empreendimento que ocupa lugar da Livraria Dom Quixote na Praia do Canto

Ópera prepara apresentações em Vitória com orquestra totalmente feminina

''A Filha do Regimento'', de Donizetti, será apresentada no Palácio Sônia Cabral pelo grupo Ópera Prima

Novo espaço cultural será inaugurado em setembro no Centro de Vitória

Unindo Bistrô, Ateliê e Hostel, A Oca vai funcionar em imóvel localizado na Escadaria do Rosário