154 Publicações de Roberto Junquilho

Articulações eleitorais 

O mercado político se agita a um ano do início da campanha, com nomes já conhecidos e só uma novidade: o economista Arlindo Vilaschi, do PT

Intocáveis e invisíveis

O afastamento de auditores fiscais por acessarem dados de cabeças coroadas da República expõe uma trágica realidade na cena brasileira

A hora e a vez do cocô

As declarações do presidente Bolsonaro causam repulsa e surgem como um estímulo à queda de sua popularidade

A marca ruim que fica

A reforma da Previdência deixa uma marca indelével aos que votaram por sua aprovação e que irá se refletir nas próximas eleições

Favoritismos e ilegalidades

O favoritismo e as ilegalidades no poder público acontecem com muita frequência desde o ''achamento'' do Brasil

Pobres vulneráveis 

Impedidos de pensar, camadas mais pobres da sociedade aceitam com naturalidade desmandos de quem está no poder

O Brasil na chapa quente

O apoio de oito dos 10 deputados capixabas à reforma e a indicação do filho 03 a embaixador ampliam o cenário de caos no país

De vaias e choros

As vaias a Bolsonaro, domingo, no Maracanã, confirmam que a passividade da população está se esgotando

Guardas de esquinas 

As conversas secretas de Moro e Delagnoll revelam bastidores do processo hipnótico imposto aos brasileiros

A corda esticada 

As manifestações em defesa da Educação representam o único meio de quebrar o autoritarismo

Pátria amada, que horror!

A ''nova política'' estabelece critérios de patriotismo bizarros a partir das manifestações de domingo

A farsa da história

Não tem como aceitar propostas sem nexo inspiradas na barbárie

'Território do Bem'

Moradora de uma das regiões consideradas mais violentas da capital faz desabafo e reflete sobre política de segurança

Reverso da medalha

A manifestação estudantil do dia 15 mostra que a elevação da insatisfação na sociedade está acima de conceitos ideológicos

No caminho da hipocrisia

A alienação maciça frente aos problemas sociais leva a população, manipulada, a exaltar heróis rotos e autoritários