Sugestão Netfllix: I am not a Serial Killer

A obsessão de John por pessoas mortas recrudesce ao ponto de investigar por conta própria o serial killer à solta

Filminho B americano que estrela o desconhecido Max Records no papel de John Wayne Cleaver. Um típico jovem de cidade pequena, John é esquisitão, sofre bullying, tem apenas um amigo, ignora suas pretendentes e, segundo seu psicoterapeuta, também sofre de inclinações psicopatológicas. 

Como normalmente acontece em filmes de baixo orçamento, e neste não é diferente, as incongruências são visíveis. Primeiro a mãe de John, preocupada com a saúde mental do filho, não imagina em momento nenhum que afastá-lo do trabalho na funerária seria proveitoso para seu progresso na terapia, nem em transferi-lo da escola onde sofre bullying.

É obvio que nenhum dos ambientes é propício para recuperação e, graças à displicência materna, a obsessão de John por pessoas mortas recrudesce ao ponto de decidir investigar por conta própria o serial killer à solta. Sua busca chega até um assassino improvável, lento, corcunda e coxo. Ele mata suas vítimas rapidamente, mesmo quando são maiores e mais fortes, possuem armas mais letais e estão em maior número.

John acompanha à socapa os passos do facínora e pode parecer incrível, mas ele torna-se mais sinistro à medida que se mostra cada vez mais inválido. 

Comente Aqui
Confirme seu comentário no e-mail em até 48 horas para manter ativo.
Atenção caros leitores, comentários com link não serão mais aceitos. Evite ser bloqueado.
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar.